Filmes ajudam sua opção de carreira
0
 
0 Flares LinkedIn 0 Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

O cinema é um poderoso veículo de mensagens sobre qualquer tema – inclusive carreira.

Ainda mais para a geração Y, um grupo tipicamente fascinado pelo formato audiovisual, diz Alfredo Motta, co-autor do livro “Código Y – Decifrando a geração que está mudando o país” (Editora Évora).

“Basta ver o sucesso estrondoso dos vídeos nas redes sociais para perceber como essa linguagem é adorada pelo jovem”, explica ele, que também é sócio-diretor da agência Na Mosca, especializada em marketing para universitários.

A boa notícia para jovens profissionais que amam filmes é que não faltam bons títulos para quem está começando a se aventurar pelo mundo do trabalho.

Além de Motta, também contribuiu Eline Kullock, presidente do Grupo Foco e especialista em geração Y.

“Um senhor estagiário”

Ben (Robert De Niro) é um viúvo de 70 anos de idade que está entediado com sua aposentadoria. Pela chance de voltar à ativa, ele aceita ser estagiário “sênior” de um site de moda, comandado pela jovem Jules (Anne Hathaway).

Por que o jovem deve assistir? Segundo Eline Kullock, presidente do Grupo Foco e especialista em geração Y, a história não fala apenas da interação entre diferentes gerações no trabalho: ela aborda a importância da diversidade de forma mais ampla. “O filme mostra que é preciso absorver o melhor de cada colega, sem olhar para detalhes como idade, gênero ou etnia, por exemplo”, diz ela.

“The Intern”
Diretor:
Nancy Meyers
Ano:
2015

“Homens, mulheres e filhos”

Um grupo de adolescentes e seus pais se esforçam para lidar com os desafios trazidos pela internet para diversos aspectos de suas vidas, da auto-estima aos relacionamentos amorosos.

Por que o jovem deve assistir? O drama é interessante por lançar luz sobre uma realidade pouco percebida pelos jovens: o esforço das gerações mais velhas em compreender o mundo digital e fazer parte dele. O enfoque principal são as relações afetivas, mas existem paralelos claros com o mundo do trabalho. “É importante ressaltar que essas mesmas dificuldades serão vivenciadas pelos jovens quando eles atingirem uma idade mais madura”, afirma Eline.

“Men, women & children”

Diretor: Jason Reitman
Ano:
2014

“Ela”

A vida de Theodore (Joaquin Phoenix) é dolorosamente solitária. Tudo muda quando ele decide comprar um sistema operacional altamente complexo que se revela uma preciosa companhia – e se transforma em interesse amoroso.

Por que o jovem deve assistir? O mérito da história está em atingir um ponto crítico para a geração Y: a intervenção da tecnologia dos relacionamentos, sejam eles de ordem pessoal ou profissional. Na visão de Eline, o filme sugere que, apesar de todas as dificuldades, o contato presencial continua sendo a melhor forma de interagir com outros seres humanos.

“Her”
Diretor:
Spike Jonze
Ano:
2013

“Enquanto somos jovens”

Cornelia (Naomi Watts) e Josh (Ben Stiller) são casados há anos e levam uma vida sem grandes emoções. Quando um casal mais jovem se aproxima deles, surge a tentação de levar um estilo de vida mais leve e aventureiro.

Por que o jovem deve assistir? O filme é rico por confrontar as visões de mundo de três gerações diferentes: Y, X e Baby Boomers. A convivência com pessoas mais velhas necessariamente fará parte da vida do jovem profissional. Segundo Eline, é fundamental que ele desenvolva uma visão madura sobre o que estará em jogo nesse tipo de relação.

“While we’re young”
Diretor:
Noah Baumbach
Ano:
2014

“Medianeras: Buenos Aires na era do amor virtual”

Mariana (Pilar López de Ayala) e Martín (Javier Drolas) são jovens solitários e emocionalmente frustrados. Apesar de transitarem pelos mesmos lugares, um encontro entre os dois parece impossível em meio à vasta e impessoal metrópole em que vivem.

Por que o jovem deve assistir? O longa provoca o espectador a refletir sobre o isolamento nas grandes cidades. “O planejamento das cidades tem uma grande interferência na vida das pessoas”, diz Eline. O filme serve, portanto, à geração Y por mostrar como essa configuração dificulta a comunicação no cotidiano – inclusive quando o assunto é trabalho.

“Medianeras”
Diretor:
Gustavo Taretto
Ano:
2011

“Erin Brockovich – Uma mulher de talento”

O filme conta a história real de Erin Brockovich, vivida por Julia Roberts. Desempregada e mãe solteira de três filhos, ela se forma como técnica jurídica e realiza a façanha de derrubar uma empresa de energia da Califórnia responsável por danos ambientais em sua cidade.

Por que o jovem deve assistir? A história é inspiradora porque mostra o poder latente de uma mulher pouco influente e desvalorizada no trabalho. “O que fica claro é a possibilidade de fazer a diferença mesmo ocupando um cargo ‘pequeno’, como é frequentemente o caso de quem está começando a carreira agora”, diz Motta.

“Erin Brockovich”
Diretor: Steven Soderbergh
Ano: 2000

“O informante”

O químico Jeffrey Wigand (Russell Crowe) está a ponto de revelar os sombrios segredos da indústria de tabaco para a qual trabalha. Enquanto pondera sobre a decisão, ele sofre as pressões de Lowell (Al Pacino), executivo de mídia que deseja que Wigand faça a denúncia em seu programa na TV.

Por que o jovem deve assistir? Há cada vez mais casos – até emblemáticos – de empresários envolvidos em corrupção no Brasil. Segundo Motta, o filme mostra que é perfeitamente legítimo sentir aversão pelos mal-feitos do seu empregador. “É uma obra muito inspiradora em relação aos bons valores profissionais que devemos cultivar desde cedo”, afirma o especialista.

“The insider”
Diretor:
Michael Mann
Ano:
1999

Whiplash – Em busca da perfeição

Premiado pelo Oscar, o longa mostra a trajetória de Andrew (Miles Teller), um jovem e talentoso baterista que ambiciona ser o mais brilhante da sua geração. Pressionado por um instrutor temperamental, ele atropela cada vez mais limites para conquistar o que deseja.

Por que o jovem deve assistir? Segundo Alfredo Motta, sócio-diretor da agência Na Mosca e especialista em geração Y, o filme traz uma pergunta clássica, porém atual: que preço você pagaria pelo sucesso? Apesar de o filme focalizar o excesso, também vale o questionamento na outra direção, isto é, os sacrifícios realmente necessários para se dar bem. “É uma provocação para a geração Y, que é tipicamente pouco resiliente”, afirma o especialista.

“Whiplash”
Diretor: Damien Chazelle
Ano:
2014

“Em boa companhia”

Dan (Dennis Quaid) é um executivo de meia idade que passa a ser chefiado por um rapaz muito mais jovem do que ele. A situação ganha contornos ainda mais complexos quando ele descobre que seu novo gestor está envolvido com a sua filha.

Por que o jovem deve assistir? De acordo com Eline, o longa vale a pena por abordar a complexa situação de gerenciar pessoas mais velhas do que você. “A aceitação da diferença de idade entre líder e liderado é fundamental para criar uma parceria construtiva, sem competições nem preconceitos”, explica.

“In Good Company”
Diretor: 
Paul Weitz
Ano:
2004

“Larry Crowne – O amor está de volta”

Larry (Tom Hanks) perde seu emprego em uma loja porque não tem ensino superior. Abalado, ele recupera seu interesse pela vida quando decide se matricular em uma faculdade.

Por que o jovem deve assistir? Segundo Motta, o filme retrata a crise que abalou os Estados Unidos em 2008. “Diante de um cenário desfavorável, o protagonista é demitido e precisa aceitar uma vida mais simples”, explica. É o que a geração Y está enfrentando agora, já que é a mais afetada pelas demissões acarretadas pela recessão no Brasil. A lição do filme é clara: em uma crise, os vencedores costumam ser os mais humildes e pacientes.

“Larry Crowne”
Diretor:
Tom Hanks
Ano:
2011

“O homem que mudou o jogo”

Billy (Brad Pitt) gerencia um time de beisebol limitado por um magro orçamento. Eis que surge uma ideia que vale ouro: usar análises geradas por computador para contratar novos jogadores.

Por que o jovem deve assistir? A narrativa revela como é possível – e saudável – usar a informação trazida pela tecnologia para reinventar antigos processos de trabalho. O filme também aborda uma realidade à qual os jovens precisarão se acostumar: o Big Data será cada vez mais usado para medir resultados e pautar decisões.

“Moneyball”
Diretor: Bennett Miller
Ano:
2011

“Jerry Maguire – A grande virada”

Jerry (Tom Cruise) é um bem-sucedido executivo do marketing esportivo. Um dia, ele decide abandonar seu emprego, que enxerga como imoral e deturpado, e sai em busca de um caminho profissional alternativo. O filme é inspirado na história real de Leigh Steinberg, um nome célebre no mundo dos esportes.

Por que o jovem deve assistir? O filme vale a pena porque retrata a possibilidade de empreender a partir dos seus próprios valores e competências. “Um dos maiores sonhos da geração Y é criar o seu próprio negócio, e a história mostra que é viável sim trabalhar com algo em consonância com os seus ideais de vida”, diz Motta.

“Jerry Maguire”
Diretor: 
Cameron Crowe
Ano:
1996

“Tarja branca”

A partir de dezenas de depoimentos, o documentário mostra a importância de conservar um espírito leve e brincalhão como forma de resistência à seriedade imposta pelo mundo dos adultos.

Por que o jovem deve assistir? Para Motta, o filme mostra ao jovem espectador a importância da brincadeira para a sanidade e até para a produtividade no trabalho. “A alegria é uma espécie de remédio ‘tarja branca’ contra a depressão”, diz ele.

“Tarja branca”
Diretor:
Cacau Rhoden
Ano:
2014

“O que você faria?”

Sete candidatos participam de um processo seletivo cada vez mais inusitado e bizarro. A tensão é ainda maior porque há um representante do RH secretamente infiltrado entre os participantes da dinâmica.

Por que o jovem deve assistir? Ao fim da sessão, diz Eline, o jovem espectador terá a certeza de que precisa aprender a lidar com os outros e as suas peculiaridades. O filme também incentiva o autoconhecimento. “É o único meio de evoluir na carreira e não ser pego de surpresa quando confrontado com as suas próprias características”, explica a especialista.

“El método”
Diretor:
Marcelo Piñeyro
Ano:
2005


 

Como Podemos Apoiar Seu Desenvolvimento Profissional?

Os campos marcados com * são obrigatórios